Roger Moreira, 31 anos, filho adotivo de Cid Moreira e Ulhiana Naumtchyk Moreira, ameaça processar o casal, a quem acusa de não pagar direitos trabalhistas. Em conversa com o site Terra, o rapaz afirmou que dedicou 16 anos de sua vida às empresas do casal e não teria sido reconhecido.

“Uma coisa é a relação pai e filho, outra é a coisa de trabalho. Trabalhei para eles esse tempo todo em troca de uma mesada. Nunca recebi férias, 13º salário, e fui demitido sem direito nenhum”, conta.

Roger relata que foi trazido por Ulhiana, que é sua tia, do Rio Grande do Sul em 1993. Desde então, morou com o casal, até que em 1994 começou a trabalhar nas gravações dos CDs bíblicos de Cid Moreira. Segundo ele, foram gravados cerca de 70 discos.