Foto: FAB / Divulgação / CP

Vitória Medeiros, filha do piloto Geraldo Martins de Medeiros Júnior, revelou que vai processar a Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais). Geraldo conduzia o avião que levava a cantora Marília Mendonça até a cidade de Caratinga, onde aconteceu o acidente que matou a artista, o produtor Henrique Ribeiro, Abicieli Dias Filho, assessor e tio de Marília, o próprio piloto e também o copiloto Tarciso Pessoa Viana.

Nas redes sociais, Vitória falou sobre sua decisão e explicou que o motivo seria a suposta falta de sinalização na torre de transmissão da Cemig com a qual o avião se chocou antes de cair: “Sobre esse processo, eu só tenho uma coisa a falar, por hora. Se tivesse essa sinalização, tudo poderia ser diferente”.

A jovem ainda falou que pensa que o processo pode evitar outras tragédias: “Isso vai ser importante também agora para proteger a vida de outras pessoas, caso haja uma emergência”.

Após ganhar um grande número de seguidores, Vitória explicou que pretende continuar falando sobre o pai sempre que puder: “Garanto que a memória do meu pai estará viva aqui todos os dias, porque vocês não têm noção. Meu pai era a melhor pessoa desse planeta Terra. Era meu melhor amigo, meu confidente, me apoiava em tudo”.

Ela ainda falou sobre os ataques que recebe de pessoas que culpam o pai dela pelo acidente: “Muita gente veio me dar apoio e está sendo incrível. Tem mensagem de ódio? Tem, mas eu já entendi que essas pessoas não têm empatia, rola um probleminha com o coração delas. Desejo luz e muita cura para elas”.

*Com informações do Correio do Povo