O mês de Junho está chegando e com ele vem uma grande festividade e tradição: a Festa Junina. Desde o início da pandemia, essas festividades não foram realizadas na cidade azul, com exceção as que aconteceram em modo Drive-Thru.

Em Tubarão, os moradores da região poderão, desde o início do mês, participar das comemorações juninas no bairro Passagem. A 63ª edição da festa, acontecerá do dia 2 a 9 de Junho na Igreja Santa Teresinha.

De acordo com o pároco, Edison Müller, todas as noites haverá movimentos de barracas. “Nossa festa já é bem conhecida em toda região. Serão 8 noites de muita religiosidade e gastronomia típicas da época, além de apresentações musicais todas as noites. O momento mais aguardado é a queima da tradicional fogueira, que neste ano acontecerá dia 4”, enfatiza o padre

Os quitutes que serão comercializados são: pinhão, quentão, cachorro-quente, maçã do amor, amendoim, doces, espetinho, pastel e bebidas. As crianças também terão um espaço fechado e reservado monitorado por voluntários da Igreja.

O auge da festa, é a queima da fogueira, que acontecerá no dia 4 de Junho, as 23h30 com show pirotécnico silencioso de 6 minutos. O vice-prefeito, Caio Tokarski e Pepe Collaço serão os responsáveis por acender.

Cerco de Jericó

Além das festividades juninas, nos dias de festa, a paróquia estará realizando o Cerco de Jericó, uma campanha de oração de 8 dias de Missas com padres convidados de toda a região. As missas diárias serão as 19h30, com exceção de sábado que será as 18h.

Inspirado na passagem bíblica que narra a liderança de Josué, que após 7 dias de oração, com o poder divino, desmoronaram-se as muralhas de Jericó. O Cerco busca levar às pessoas um encontro com Deus para derrubar as muralhas que atrapalham a sua vida.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul