Amanda Menger
Tubarão

Que cabeleira do Zezé que nada. A marchinha de Carnaval e os sambas que embalam um certo grupo de jovens de Tubarão tem letras diferentes. Falam de Deus, de Jesus, de princípios e valores. Mas, não são caretas e menos animados. É entre músicas e orações que estes rapazes e moças pretendem passar o Carnaval.
Esta é a primeira edição do Retiro da Transfiguração, que ocorre de sábado até terça-feira da próxima semana, no CTG de Jaguaruna.

“Participávamos dos retiros do Vinde e Vede, realizado em Nova Veneza. Aí, o meu irmão, Rafael Gonçalves de Souza, teve a ideia de fazermos algo semelhante em Jaguaruna. Hoje, ele mora na Itália, mas o sonho dele não morreu e cada dia que se aproxima do retiro estamos mais felizes”, conta Clarice Gonçalves de Souza, coordenadora do Ministério Jovem da Diocese de Tubarão e uma das organizadoras do retiro.

A expectativa é reunir 150 jovens durante o evento. As inscrições podem ser feitas até sábado, nas paróquias de Jaguaruna, Morrotes e Monte Castelo e custam R$ 35,00. “O pessoal deve levar colchão, roupa de cama, objetos de higiene, caneta, caderno e Bíblia. A alimentação está inclusa no valor da inscrição”, explica Clarice.

A programação é ‘recheada’. “Terá apresentação das bandas Kefas, Seguidores de Cristo, Cruz Sacra e Atitude de Deus. Teremos ainda pregações com a Comunidade Mensageiros da Luz de Guaramirim e ainda apresentações de teatro e dança, adorações e missas”, adianta Lucas Vieira, também da organização do retiro.
Para Clarice Cemin, esta é uma oportunidade de conhecer outras pessoas. “O Carnaval pode ser curtido de outra forma, em um ambiente que valorize as pessoas, os bons sentimentos. Com certeza, aproveitaremos muito o Carnaval”, afirma a jovem.

Imbituba também prepara a folia

Mesmo sem muitos recursos financeiros, os preparativos para o Carnaval de Imbituba são finalizados. Na avenida Doutor João Rinsa serão colocados dois portais e a via estará decorada. Como os desfiles de blocos e escolas de samba ocorrem nesta área, serão instaladas também arquibancadas e banheiros químicos.

Este ano, o Carnaval público, que antes ocorria na praia da Vila, será transferido para o pavilhão de eventos. A mudança se deve a questões de segurança e também ambientais. “A praia amanhece com muita sujeira, latas, garrafas quebradas, entre outros objetos. Por isso, optamos pelo pavilhão, onde as pessoas podem brincar num ambiente adequado”, explica o secretário de turismo da prefeitura Clésio Costa. A festa no pavilhão inicia às 23 horas (confira a programação abaixo).