Wagner da Silva
Grão-Pará

Bandeirolas, fogueira, quentão, pinhão e muita animação. Grão-Pará preparou-se bem para a famosa festa junina, que iniciou nesta sexta-feira e continua no sábado.
O município mantém a tradição da festa em honra a São João Batista e tornou-se referência regional, principalmente por conta da queima da fogueira. Este ano, serão quase 30 metros de altura, uma das maiores do estado, um espetáculo disputado por muitos espectadores. No ano passado, o felizardo escolhido para acender a fogueira pagou R$ 5 mil. A queima ocorrerá às 22 horas deste sábado.

Pelas ruas, comércio e residências, o clima é de festa, com bandeiras, pequenas fogueiras e muita alegria. O pároco Nilo Meurer Schlickmann mantém o suspense sobre a queima de fogos, e adianta que são esperadas 15 mil pessoas. “Estamos animados. O santo padroeiro é forte e, mesmo com a chuva, a fogueira será queimada”, avisa.
Um dos pontos positivos destacados pelo pároco é a pavimentação da praça onde ocorre a festa. “Conseguimos terminar a tempo. Assim, os visitantes terão mais conforto ao prestigiar a festa e a queima de fogos”, comemora.
Como ocorre todos os anos o dia 24 de junho (próxima quinta-feira) é feriado em Grão-Pará.