Fernando Deluqui, guitarrista do RPM, publicou, neste domingo (2/6), um vídeo para desmentir a informação divulgada pela banda nas redes sociais de que o baterista Paulo Pagni havia morrido na noite de sábado (1º). De acordo com o músico, a notícia foi dada a ele pela Clínica Good Masters, o qual Paulo Antônio Figueiredo Pagni, o P.A., de 61 anos, estava internado. 

 

“Entraram em contato comigo falando que ele havia falecido. Eu fiquei muito triste e quis confirmar com o médico, que tem passado diariamente o prontuário para mim. E através do Dr. Alex Felipe Coutinho obtive a confirmação de que ele havia falecido. Nos encaminhamos para o Hospital São Camilo, quando tivemos uma notícia surpreendente de que o P.A. estava vivo. Para o nosso alívio”, afirma no vídeo.

Por conta da publicação no Facebook oficial do RPM, os veículos de comunicação noticiaram erroneamente a morte de Paulo Antônio Figueiredo Pagni, o P.A., que segue internado por causa de uma fibrose pulmonar.