Wagner Silva
Braço do Norte

Mesmo sem registrar nenhuma ocorrência de afogamentos nos municípios atendidos pelo Corpo de Bombeiros de Braço do Norte, o responsável pelo quartel, cabo Nelson Nunes Fernandes, recomenda atenção. Isso porque as férias estão no fim, devido à volta às aulas, mas o verão só termina em março e a procura pelos rios da região continua. Com alto índice de mortes nos últimos anos, o Corpo de Bombeiros quer evitar tragédias.

Um dos casos ocorreu no Natal de 2006. Três pessoas da mesma família morreram quando tomavam banho no rio Braço do Norte. Além de evitar os rios e cachoeiras, o cuidado deve ser redobrado com as crianças. “Apesar da tentação, o rio não é o local mais adequado para banhos, é muito perigoso. Os pais devem dar total atenção às crianças, que podem querer aproveitar o calor para um banho no rio e os responsáveis devem evitar, pelo risco”, alerta o cabo Nelson.

“Em casos onde não há adultos junto aos menores, chamamos o conselho tutelar para encaminhar as crianças às famílias. Os adultos devem se preocupar mais com os riscos que os rios podem causar e procurar outros locais seguros para um banho”, explica.

Uma opção são os parques aquáticos. “Nestes locais, a presença de um guarda-vida é obrigatória. Isso garante segurança, principalmente das crianças”, comenta. “Neste período de calor intenso, pedimos a colaboração das pessoas para que evitem o perigo” , completa.