Priscila Alano
Tubarão

Para quem gosta de realizar as suas compras aos sábados, é melhor reorganizar-se nesta semana. Amanhã, os supermercados e os shoppings de Tubarão estarão fechados. Alguns clientes concordam com o fechamento neste feriado do Dia do Trabalhador, outros não gostam.

A presidenta do Sindicato dos Comerciários, Elizandra Rodrigues Anselmo, explica que foi realizado um acordo e em quatro datas os estabelecimentos comerciais devem permanecer fechados durante o ano: Natal, Réveillon, Páscoa e 1º de maio. “Algumas empresas não cumpriram o acordo no último feriado. Entramos com uma liminar para garantir o descanso dos trabalhadores”, justifica.

Para Elizandra, 1º de maio, é um momento dos patrões reconhecerem a contribuição de seus colaboradores, é hora de confraternizar. “Muitas empresas realizam festas com seus funcionários, é um momento de descontração”, destaca.

O empresário Luciano Hang lamenta a decisão de fechar ‘tudo’ em seu artigo publicado na edição do Notisul de quarta-feira. Para ele, o Brasil evoluiu muito em várias áreas, mas nesta questão do horário do comércio, a lei está ultrapassada. “Supermercados, lojas, shoppings e o comércio estão impedidos de abrir e atender o consumidor. Esse sistema desconhece a parceira ganha-ganha”, destaca o empresário, em referência à remuneração e compensação de horas-extras que os seus funcionários ganham em datas especiais.

Dia D permanece na avenida

Em reunião realizada ontem, na Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), em Tubarão, que contou com a participação de vários segmentos da sociedade, foi confirmado que as atividades do Sábado é o Dia D permanecem na avenida Marcolino Martins Cabral, em frente à Casa da Cidade.

A presidenta da CDL de Tubarão, Eliane Fernandes, ficou satisfeita com as manifestações favoráveis quanto à manutenção do local e diz que a Praça Pery Camisão é a área com melhor infraestrutura, como luz e água e, além de dar maior visibilidade para os parceiros do evento. Atualmente, o Dia D conta com a participação de 52 parceiros e mais de 100 pessoas envolvidas com o evento.

No sábado da próxima semana, dia 8, o comércio abrirá das 9 às 17 horas, em homenagem ao Dia das Mães. Uma opção a mais para os filhos comprarem os presentes.
Eliane Fernandes enfatiza que o Dia D disponibiliza à população ações de cidadania, saúde, lazer e cultura. O evento tem o apoio do Sesc, prefeitura, Acit, Sindilojas, Cecontu, Afubra, Tractebel e Koerich.

Próximos Dia D de 2010

08 de maio
Dia das Mães

12 de junho
Dia dos Namorados/Copa do Mundo

10 de julho
Dia do Amigo

07 de agosto
Dia dos Pais

11 de setembro
Pátria

09 de outubro
Dia das Crianças

13 de novembro
Pré-Natal