A professora Iara Valgas espera ansiosa pelo calor, que deve dar o ar da graça na segunda quinzena deste mês
A professora Iara Valgas espera ansiosa pelo calor, que deve dar o ar da graça na segunda quinzena deste mês

 

Angelica Brunatto
Tubarão
 
A segunda quinzena de maio é famosa pelo “veranico”. É nesta época do ano que o friozinho do outono dá uma trégua e o calor dá o ar da graça.
 
Como característica principal, o “veranico” tem temperaturas na casa dos 30ºC durante pelo menos cinco dias. Este fenômeno ocorreu pela última vez em Tubarão em 2008, quando em 22 de maio a temperatura registrada foi de 36,9ºC.
 
Para este ano, muita gente espera ansiosamente pelas temperaturas elevadas. Um exemplo é a professora Iara Valgas, que prefere o calor ao frio. “É melhor para trabalhar, a gente não precisa colocar um monte de casacos”, conta. 
 
A auxiliar  de serviços gerais Geusa Nunes das Neves tem a mesma opinião. “Todos os anos, espero pelo calor de maio. Não gosto de frio”, confirma. 
 
Para este mês, as temperaturas mais altas são esperadas mais para o fim do mês. “É característico desta época do ano, mas não é possível prever um dia exato”, explica o climatologista Rafael Marques. 
 
Segundo o climatologista, se seguir a tendência dos anos anteriores, este ano não deve ocorrer o famoso veranico. “Mas, com certeza, haverá temperaturas superando os 30ºC”, prevê.
 
A partir desta semana, as temperaturas devem começar a subir gradativamente. “A massa de ar polar que desde domingo atua em todo o sul do Brasil já perde força”, relata Rafael. 
 
Para o fim de semana, a previsão é que o tempo continue da mesma maneira. No sábado, pode chover à noite.