#ParaTodosVerem Na foto, um dos pavilhões de exposição de gado durante a Feagro
Para este ano, a projeção é levar 50 mil pessoas para o Parque de Exposições Huberto Oenning, em Braço do Norte, nos quatro dias da Feagro, em julho - Foto: Feagro | Divulgação

O Parque de Exposições Huberto Oenning, no bairro Represa, em Braço do Norte, já está sendo preparado para receber mais uma edição da Feagro, a maior feira do agronegócio da região. O tradicional evento teve um hiato por conta da Covid-19, mas este ano volta a ocorrer, entre 7 a 10 de julho, e será cheia de novidades, promete o presidente Adir Engel. Além de um novo layout, a feira terá voo panorâmico no domingo (dia 10 de julho), maior área de estacionamento, espaço Djalma Marcelino, bailes e apresentações. Já as palestras foram transformadas em workshops, com cerca de uma hora de duração, e o auditório para 50 pessoas ficará no estande da piscicultura. 

“Esta será uma edição diferenciada, pois marcará a retomada de economia”, destaca o presidente. Este ano a Feagro deverá ter 110 estandes com 90 expositores do agronegócio. A expectativa é que pelo menos 50 mil pessoas passem pelo Parque Huberto Oenning nos quatro dias do evento e haja uma movimentação de R$ 60 milhões em negócios. Haverá, ainda, a exposição de gado leiteiro (320 animais), gado de corte (120), ovinos e caprinos (80), suínos (12) e pequenos animais (70 bichos). O tema da edição de 2022 remete à capacidade de Santa Catarina tem perante a produção nacional.

Segundo os dados do Censo Agropecuário, o Estado tem 183.065 propriedades rurais em uma área total de 6.446.155 hectares, resultando assim uma média de 35,2 hectares/propriedade. Em comparação, o Mato Grosso é o estado brasileiro responsável por mais de 17% da produção agrícola brasileira e possui uma área de 903.357 quilômetros quadrados e com uma média de 463,2 hectares/propriedade. O território de Santa Catarina, de 95.346 quilômetros quadrados, representa 10,55% da área total de Mato Grosso. “Apesar da pouca dimensão territorial, nosso Estado é o maior criador e exportador de suínos do Brasil e está entre a elite dos setores da pecuária e hortifruti nacional”, valoriza Adir Engel.

Fonte: Feagro Vale 2022

Edição: Zahyra Mattar | Notisul

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul