A família identificou o homem que caiu de uma altura de 25 metros, no Morro do Formigão, na tarde deste sábado. Jucemar Magdalena Ramos tinha 50 anos. Ele estava sem documento no momento do acidente e o corpo foi reconhecido na manhã deste domingo.

De acordo com a família, Jucemar tinha o hábito de ficar no alto do morro vendo os carros passar. E tudo indica que ele caiu acidentalmente, já que havia chovido muito na noite anterior e as pedras estavam escorregadias.

O homem foi encontrado por ciclistas por volta das 10h30, em uma valeta para escoamento pluvial. Conforme os Bombeiros ele estava desorientado e com sinais vitais alterados. Foi levado em estado grave ao Hospital Nossa Senhora da Conceição com politraimatismos. No hospital conseguiu dizer apenas seu primeiro nome e morreu pouco tempo depois.

A família sentiu falta de Jucemar já no sábado de manhã, mas achou que ele estaria trabalhando na casa de um amigo. De acordo com o irmão João, Jucemar estava sempre em lugares diferentes durante o dia fazendo algum tipo de trabalho, às vezes demorava para voltar para casa então ficaram tranquilos.

“Até que hoje de manhã uma vizinha disse que um homem estava desaparecido e tinha todas as características de Jucemar. Meu irmão era uma pessoa especial, tinha problemas mentais, mas sempre foi um homem de bem, pronto a ajudar todo mundo”, contou João.

O corpo de Jucemar ainda está no IML, já foi liberado e seré sepultado no Cemitério Horto da Saudade ainda hoje.