Moradores reclamam da demora nos reparos, os quais devem ser normalizados em meados de maio

Tubarão

O setor da prefeitura de Tubarão responsável por manter a iluminação pública tem hoje cerca de 250 reclamações. São moradores que entram em contato para avisar de novas ruas às escuras nos bairros da cidade.
O problema é que faltam materiais para dar conta de toda a demanda. Essa, por exemplo, é a resposta que Regiane Marcos da Silva e seus vizinhos estão ouvindo há dias, desde que entraram em contato com o Custeio do Serviço de Iluminação Pública (Cosip), solicitando reparos em diversos postes no bairro Bom Pastor.
De acordo com o coordenador do Cosip, Narbal Tadeu Machado, dependendo do problema, desde que não exija a troca de materiais, é possível que o reparo seja feito o quanto antes. “A equipe vai ao local e resolve, dependendo da situação. Lâmpada, hoje, não tem como trocar”, relata. Os pedidos são atendidos conforme ordem de entrada no sistema: do mais antigo para o mais recente.
Machado diz que o Cosip está hoje em falta de lâmpadas de vários tipos, reatores e relays, entre outros produtos. Segundo ele, a prefeitura deu início a um processo de licitação para a compra dos materiais, depois de um levantamento realizado para determinar o que estava em falta no estoque.
O coordenador acredita que até 20 de maio os equipamentos já estarão sendo entregues ao órgão. A licitação prevê um empenho no valor de R$ 790 mil, a ser usado ao longo do ano, na avaliação de Machado.

Valor da Cosip é calculado conforme consumo 
A taxa da Cosip é paga na mesma fatura da energia elétrica. Seu valor é calculado proporcionalmente à faixa de consumo por mês, ou seja, quanto maior o consumo, maior será a contribuição à Cosip. Em Tubarão, a distribuição de energia elétrica é feita pela Celesc (Centro e bairros vizinhos), Coorsel (região do Areado e localidades próximas a Treze de Maio) e Cergal (áreas como Bom Pastor, Madre e São Martinho). Segundo Machado, as três arrecadam o Cosip, cujos recursos são usados para custear as despesas com consumo e manutenção da iluminação pública na cidade.