O ator Antonio Fagundes não é a favor do beijo gay – entre Bernardinho (Thiago Mendonça) e Carlão (Gui Palhares) – no fim de Duas Caras. “Seria legal ter se fosse uma novela gay, que tratasse do romance de dois homossexuais. A novela não precisa disso. Não é importante na trama para ter uma polêmica em torno desse desfecho”, diz o intérprete de Juvenal.

Fagundes, de 59 anos, também revela que nunca fez uso do Viagra – “nunca tomei” -, que nunca se achou bonito e que não é vaidoso. “Brinco que sou limpinho. Corto as unhas, tomo banho todos os dias, coloco água-de-colônia… Minha vaidade não passa da higiene”.