A empresa afirmou estar investigando quem compilou o banco de dados e o deixou on-line sem proteção. Inclui números de telefone para cerca de 18 milhões de membros do Facebook no Reino Unido.

O Gabinete do Comissário da Informação do Reino Unido (OIC) disse que encaminhou o assunto ao seu equivalente irlandês – o IDPC – que é a autoridade supervisora ​​do Facebook na UE.

O banco de dados de números de telefone e IDs do Facebook foi descoberto em um servidor da Web desprotegido e não foi protegido por senha. Não se acredita que tenha sido compilado ou colocado lá pelo Facebook.

O banco de dados foi colocado offline depois que o site de notícias TechCrunch relatou o problema à empresa de hospedagem na web.

Em abril de 2018, o Facebook desativou um recurso que permite que as pessoas pesquisem outros usuários digitando seu número de telefone.

A empresa disse que “atores mal-intencionados” abusaram do recurso digitando milhões de números de telefone para descobrir quem os possuía.

Ele afirmou que eles estavam colhendo perfis e números de telefone há anos abusando da ferramenta de pesquisa e que qualquer pessoa que não tivesse alterado suas configurações de privacidade após adicionar seu número de telefone deveria assumir que suas informações foram coletadas.

E acredita-se que o banco de dados relatado pelo TechCrunch possa ter sido compilado usando essa ferramenta.