Tubarão 

Rosane e Cristiane de Freitas, mãe e filha, não resistiram ao brilho dos vestidos de noiva expostos no Centro Municipal de Cultura (CMC) e resolveram conferir de perto a exposição. As duas nunca usaram um vestido de noiva, mas sabem que nunca é tarde. “Toda mulher sonha em casar com um vestido glamoroso e o nosso dia, quem sabe, ainda chegará”, acredita Cristiane, que já tem uma filha e alimenta a esperança de ver a pequena subir ao altar de branco.

As duas foram algumas das pessoas que visitaram a exposição “Trajes e Imagens”, aberta ontem. No hall do Centro Municipal de Cultura, os trajes mais cobiçados pelas mulheres se misturam às fotos de Davi Nascimento, colunista do Notisul.

O fotógrafo tubaronense também foi conferir de perto o resultado do trabalho, que tem as pessoas como foco principal. “Eu não sigo um padrão. Quando vou retratar uma família, um casal, uma noiva, sempre procuro me encaixar no padrão de quem vai ser retratado. Procuro imprimir na imagem a verdade daquela pessoa, pois cada ser é único e é isso que busco expressar com meu trabalho”, atesta Davi.

As fotos expostas retratam momentos únicos: mães, casais, noivas, gestantes, cada imagem conta uma verdade e reflete o momento imortalizado pelas lentes do fotógrafo.Tanto as fotos de Davi, como os vestidos de noiva são criações exclusivas. Das lentes do fotógrafo ou das mãos das costureiras surgem verdadeiras obras de arte, expressões culturais diferentes, mas com mesmo propósito: emocionar.

A exposição “Trajes e Imagens” ocorre de 2 a 15 de maio, no Centro Municipal de Cultura. O local está aberto de segunda a sexta-feira, das 13 às 22 horas. A visitação é gratuita.

Foto: Prefeitura de Tubarão