Bertoldo Weber
Braço do Norte

Além da tranquilidade de forma geral nas eleições do Vale, um balanço positivo pode ser feito com relação à determinação do juiz eleitoral aos partidos e candidatos que recolhessem os materiais jogados nas ruas, principalmente em Braço do Norte. Ontem, a cidade estava limpa. Serve de exemplo para municípios maiores como Tubarão.
O juiz eleitoral Fernando de Castro Faria visitou os locais de votação e, ao perceber a quantidade de santinhos no chão, determinou o recolhimento.

“A nossa intenção foi preservar a limpeza da cidade e também dos locais de votação”, enfatizou o juiz.
Grão-Pará foi o município que recebeu maior atenção do juiz. “Todos os municípios receberam atenção. Mas, em Grão-Pará, tive que ir várias vezes, inclusive de madrugada”, declara. Apesar de já existir acordo com os partidários e proprietários de postos de combustíveis, uma portaria foi criada para proibir a comercialização de bebidas alcoólicas. “O importante é que deu tudo certo”, destacou.

Para o juiz Fernando, a qualidade da apuração dos votos foi bastante importante. “Sabemos que quanto mais rápido o resultado melhor, mas a qualidade em todo o processo foi fundamental. E o nosso horário de conclusão foi às 20 horas”, finalizou.