A combinação de verão com início de ano é sempre época de muitos eventos, festas, shows e confraternizações. Período em que muitas pessoas passam da medida com comidas e principalmente com bebidas. Diante desses excessos, a ressaca muitas vezes é certeira, mas como evitar, prevenir ou amenizar os efeitos?

O médico da Clínica Pró-Vida, Dr. Gil Bardini Alves, destaca que a ressaca é um conjunto de sintomas da intoxicação que ocorre quando há alta ingestão de álcool. Situação que se caracteriza com alguns sintomas como dor de cabeça, desidratação, enjoo, vômito, diarreia e extremo cansaço.

“Há alguns cuidados que devem ser tomados principalmente antes de ingerir a primeira dose de álcool. É importante preparar o estômago e o fígado alimentando-se, sobretudo, de alimentos ricos em gordura e ingerir bastante água para manter a hidratação”, indica Dr. Gil.

Os sintomas acontecem devido à desidratação provocada pelo álcool no organismo e pelo trabalho excessivo realizado pelo fígado na eliminação do álcool do sangue. O ideal para o médico é nunca abusar na dosagem. A intensidade da ressaca está relacionada à quantidade de álcool ingerida, indiferente de ser fermentada ou destilada.

“O álcool é diurético. Quando é ingerido produz mais urina, contribuindo rapidamente para a desidratação, aumentando a concentração de álcool no sangue. Uma boa dica é beber um copo de água para cada copo de bebida alcoólica para evitar os sintomas da ressaca”, orienta.

 

Dicas

A nutricionista da Clínica Pró-Vida Tatiane Coan orienta, aos que passarem da conta, alguns cuidados para aliviar os efeitos da ressaca. 

– Primeiramente manter a hidratação. Beber bastante água, de preferência, vários copos ao longo do dia;

– ingerir chás com ação diurética, como por exemplo Cavalinha, Hibisco e Hortelã, que podem ajudar a diminuir o inchaço e podem ser tomados a forma gelada;

– ingerir água de coco, como fonte de carboidrato que ajuda na eliminação do álcool;  

– consumir frutas in natura ou na forma de sucos, como importante fonte de carboidrato saudável. Uma dessas frutas pode ser o limão, em suco, que é fonte de vitamina C, tem ação anti-inflamatória, antioxidante, associado ao gengibre, a cúrcuma ou a outras ervas como o hortelã, a cana cidreira e o capim limão;

– fazer refeições leves, a base de vegetais, frutas, legumes e carnes magras, sem consumir industrializados e

– também pode se fazer uso de suplementos específicos para desintoxicação hepática, mas somente com indicação de um profissional de saúde.