O ex-presidente da Cegero e ex-prefeito Danilo Niehues, de 87 anos, veio a óbito a uma hora da manhã desta quinta-feira (18), por complicações da covid-19. Ele estava internado no Hospital Socimed de Tubarão há alguns dias.

O velório será das 9 às 11 horas na Capela Mortuária da Igreja Matriz São Ludgero e, logo após, o sepultamento no Cemitério Municipal. O prefeito de São Ludgero, Ibaneis Lembeck, o Iba, decretou luto oficial por 3 dias. Danilo deixa esposa, cinco filhos, nove netos e duas bisnetas.

“Estou feliz por tudo que ajudei a construir em mais de três décadas com os sócios, funcionários, conselheiros e membros das diretorias que formaram a Cegero”. A frase foi uma das últimas declarações públicas feita por Danilo Niehues.

Humildade, honestidade e seriedade são as palavras que foram praticadas por Danilo Niehues ao longo de sua trajetória de vida como líder cooperativista por quase 33 anos, representante público, esposo, pai, sogro, avô, amigo e cidadão sãoludgerense.

Várias obras e ações públicas foram realizadas durante o período em que fez a gestão do município, entre elas, a inauguração da Sede Administrativa do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) e o Ginásio Municipal Lino Philippi.

Danilo Niehues encerrou sua trajetória no cooperativismo distribuindo energia de qualidade, praticando uma das tarifas de energia elétrica mais baratas de Santa Catarina e do Brasil, utilizando as mais modernas tecnologias e mantendo sempre a eficiência e o bom atendimento aos sócios/consumidores.

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul