No dia em que completou 2 anos da morte do ciclista Douglas Jung Junior, de 36 anos, ciclistas da cidade se reuniram para um pedal em homenagem ao amigo. 

Eles reuniram nesta segunda-feira (28) na Igreja Matriz de Braço do Norte e foram em direção ao Morro da Cruz, em São Ludgero. Foram aproximadamente 50 km de ida e volta. 

Aline Isidorio Aguiar Jung, esposa de Douglas, explica que a ideia de fazer o pedal representa uma corrente do bem para todos os amigos ciclistas que tiveram o ato de fé e coragem para lembrar a memória de Douglas e pedindo respeito no trânsito.   

“Ontem foi emocionante ver todos os amigos se esforçando para chegar ao topo do morro da cruz, lembrando com eles a alegria de viver que ele tinha e que queremos carregar conosco. Consequentemente a energia que esses sentimentos geram é a mais alta vibração, somando amigos, compartilhando experiencias, ajudando sempre a dar significado a alguém”, disse Aline.

Ela diz ter muitas lembranças boas do marido. “Douglas era um homem que tinha pressa em viver, animado, gostava de estar sempre em movimento, o ciclismo trouxe a ele uma diversão e um trabalho. Não se contentou sozinho, queria que todos os amigos também conhecêssemos os prazeres que o ciclismo nos proporciona. E quando podia, reunia a todos. 

O acidente
No dia 28 de janeiro de 2017 Douglas seguia de Gravatal a Tubarão na SC 370 quando foi atingido por um motociclista de 49 anos que invadiu o acostamento. Com o impacto ele foi empurrado para o meio da pista e atropelado por um caminhão. 

O acidente foi no bairro Humaitá de Cima, próximo a um posto de combustível.  O motociclista estava em uma Honda CG 125 Fan, com placa de Içara. O caminhão era de São Ludgero e seguia no mesmo sentido que Douglas.

De acordo com a PRF o motociclista apresentava sinais de embriaguez e no momento do acidente, se recusou fazer o teste do bafômetro. Ele recebeu voz prisão e foi conduzido à Central de Plantão Policial (CPP), em Tubarão.  Douglas era proprietário da loja Bike Brothers, em Braço do Norte, e era conhecido por “Alivia”.