Tubarão

A Sala de Atos da prefeitura recebeu ontem,  representantes de diversas entidades para conhecer o estudo de revitalização do Rio da Madre a partir do lançamento de efluentes da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da Tubarão Saneamento, ainda em fase de construção. O cenário de resgate do rio da Madre, reivindicado há décadas, foi uma sugestão apresentado pelo prefeito Joares Ponticelli à concessionária, que encomendou o estudo.

A ETE foi planejada inicialmente para lançar todo o esgoto tratado no rio Tubarão, cerca de quatro quilômetros adiante da localidade da Madre. Surgiu, então, a ideia de fazer o procedimento no rio da Madre, que fica a cerca de 200 metros da estação de tratamento, no bairro Congonhas. A solicitação das licenças ambientais para essa opção por parte da Tubarão Saneamento está em andamento.

A ideia de revitalizar o canal que passou a ser conhecido como ‘rio morto’ foi bem recebida pelos representantes das entidades e rizicultores que estavam presentes na reunião. Para o prefeito Joares Ponticelli, essa é uma boa oportunidade para, finalmente, promover as intervenções no rio da Madre e devolver à cidade um importante patrimônio ambiental. “Esse rio morto é o maior passivo ambiental de Tubarão que, por uma série de limitações, o Poder Público não conseguiu resolver apesar dos esforços de muitos de seus agentes. A revitalização é um desejo de todos moradores da cidade e cada um de nós que está aqui nessa reunião pode fazer história se conseguirmos levar adiante esse projeto”, destacou o prefeito.