#PraCegoVer Na foto, uma máquina faz uma barreira para interditar uma ponte
A ponte foi interdita no último dia 13 de abril após vistoria feita pela Defesa Civil do município - Foto: Prefeitura de Laguna | Divulgação

Interditada desde o dia 13 deste mês, não há previsão de quando a ponte sobre o Rio Corredor, na comunidade de Campos verdes, em Laguna, voltará a ser liberada para o trânsito de veículos, ciclistas e pedestres. Devido a um deslizamento de terra, parte de uma das cabeceiras rachou e rompeu o concreto e a armadura, expondo as vigas. O local é perigoso, alerta a Defesa Civil, que fez uma barreira para evitar que as pessoas utilizem a passagem, que pode desabar por conta do  peso. Nesta semana, a equipe técnica da Secretaria de Planejamento da Prefeitura apresentou um estudo para recuperação emergencial da ponte.

Segundo o engenheiro civil Walmecir Rampinelli, a ideia é fazer uma escavação por baixo da ponte, recompor a ala rachada na sua posição original e sustentar a estrutura com cabos de aço em três pontos, nas duas extremidades. O orçamento para o conserto não foi divulgado. Conforme o coordenador da Defesa Civil do município, Paulo Sérgio da Silva, até a próxima semana, o projeto de recuperação deverá estar finalizado e o laudo técnico para realizar a contratação de uma empresa de maneira emergência, sem o processo de licitação, será feito.

Fonte: Prefeitura de Laguna
Edição: Zahyra Mattar | Notisul

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

A ponte foi interdita no último dia 13 de abril após vistoria feita pela Defesa Civil do município – Foto: Prefeitura de Laguna | Divulgação

#PraCegoVer Na foto, uma máquina faz uma barreira para interditar uma ponte