A pavimentação da SC-407, entre São Martinho e Imaruí, terra de Albertina Berkenbrock, é articulada desde a sua beatificação, em 2007.
A pavimentação da SC-407, entre São Martinho e Imaruí, terra de Albertina Berkenbrock, é articulada desde a sua beatificação, em 2007.

Zahyra Mattar
São Martinho

Demorou, mas o que importa é que a obra está garantida. Vai começar! Está pré-agendado para o próximo dia 10 a esperada assinatura da ordem de serviço para pavimentação da SC-407, a Estrada de Albertina, entre o município de São Martinho e a comunidade de São Luís, em Imaruí. A solenidade será em São Luís, em local ainda a ser especificado, às 16h30min.

A execução deste projeto é vista pela região como o efetivo começo da estruturação para o desenvolvimento do turismo religioso. Somente São Martinho recebe cerca de 12 mil turistas por mês. A maioria vai em busca das belas paisagens do município e também por conta da história da beata Albertina, em Imaruí.

“Sempre estivemos preocupados com a precariedade da infraestrutura, especialmente a turística. Este é apenas o começo de um projeto magnífico pensado para esta comunidade. Esta é a obra da persistência. Buscamos estes recursos desde a instituição da regional do Vale”, comemora o secretário de desenvolvimento regional em Braço do Norte, Gelson Luiz Padilha.

O obra
• O projeto de pavimentação asfáltica da SC-407 custou R$ 127 mil e foi feito no ano passado. A obra já possui todas as licenças – de instalação, execução e ambientais – e será feita pela empresa A. Mendes, vencedora da licitação.
• Ao todo, são sete quilômetros entre São Martinho e a comunidade de São Luís, em Imaruí. A obra é avaliada em aproximadamente R$ 7,5 milhões.

Convênio
É previsto que o governador Leonel Pavan (PSDB) assine a ordem de serviço para a pavimentação de parte da estrada que liga o Centro de São Martinho à comunidade de Vargem do Cedro, na divisa com Imaruí, também no dia 10.

A primeira parcela do convênio já foi repassada à prefeitura (exatos R$ 223.143,25). No total, serão investidos R$ 892.572,94 para pavimentação de parte da estrada municipal.

O recurso servirá para asfaltar os primeiros quilômetros da estrada, em uma subida íngreme que nos dias de chuva atrapalha o deslocamento de turistas até as pousadas e atrativos da comunidade.