Tubarão

A crise financeira que assombra o país nos últimos tempos gerou o desemprego de milhares de brasileiros e a consequente desestruturação de famílias que sofrem com a falta de renda. Apesar das dificuldades, o Brasil aos poucos retoma o crescimento.

Em Santa Catarina, o início de 2017 foi positivo. O Estado teve o segundo maior saldo de empregos do Brasil, com o registro de 14.858 novas vagas no mês de fevereiro deste ano, conforme dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego.

O saldo positivo no país foi de 35.612 novas vagas formais, sendo o estado de São Paulo o primeiro colocado com 25.412 registros de emprego. São mais de 38 mil trabalhadores com carteira assinada somente em fevereiro. Em fevereiro deste ano, foram 1.250.831 contratações contra 1.215.219 demissões.

Na região da Amurel, o registro também foi de recuperação. Os 18 municípios tiveram um saldo de 1,1 mil admissões a mais que demissões nos dois primeiros meses. Em Tubarão, 603 vagas foram geradas. Na cidade Azul, o setor que mais cresceu foi o de serviços (218). Braço do Norte teve 165 admissões a mais. Em Imbituba, foram 72 novas vagas, principalmente no setor de administração pública (29). Seguido de Sangão, com 71 admissões, Gravatal com 63 e Laguna com 60. Na Cidade Juliana o setor que mais contratou foi o de indústria e transformação (43).

Já os municípios de Imaruí (-1), Jaguaruna (-20), Pedras Grandes (-8) e Rio Fortuna (-8), registraram saldo negativo com mais demissões que admissões nos dois primeiros meses.

Setor de indústria e  transformação cresce no Estado
Estes números mostram uma recuperação importante da economia, como a indústria de transformação onde foram abertas 10.859 oportunidades. O setor de serviços teve 2.104 novos empregos e a administração pública abriu 1.829 postos de emprego. Na contramão, esteve o setor de comércio, que confirmou o fechamento de 1.759 postos de trabalho.
Para o secretário de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação, Valmir Comin, os dados são muito satisfatórios. “Faz-nos entender que, proporcionalmente pelo número de habitantes, Santa Catarina é o melhor no ranking do país. Não tem como não comemorar muito. Significa dizer que estamos no caminho certo da retomada do crescimento”, afirma.