Mais ações para ampliar o atendimento pediátrico no estado foram anunciadas nesta sexta-feira (15). Entre elas, a suspensão de férias e licenças de equipes – medida válida para o Hospital Infantil Joana de Gusmão, em Florianópolis – e a ampliação de 122 leitos de UTI e retaguarda para o atendimento infantil. As medidas foram detalhadas pelo secretário de Estado da Saúde, Aldo Baptista, juntamente com o pneumologista Marcio Judice, em coletiva de imprensa.

Além das estratégias firmadas na decretação de emergência publicada em junho, estão sendo realizadas ações direcionadas a Grande Florianópolis e Criciúma. Atualmente os municípios da região estão desenvolvendo seus planos de trabalho para que o Estado possa aportar ainda mais recursos financeiros.

O secretário apontou que desde 3 de junho, quando houve a decretação da situação de emergência, estão sendo feitos repasses a municípios e unidades hospitalares para que se amplie os horários de atendimento das unidades da atenção básica e que fortaleçam também as estratégias de vacinação, que devem incluir a busca ativa principalmente de crianças, adolescentes, gestantes, puérperas e portadores de comorbidades. “Estamos vivenciando um momento crucial na saúde, nós como equipe da Secretaria de Estado da Saúde, como Governo, apelamos para que os pais e responsáveis levem os seus filhos para vacinação”, reforça.

O pneumologista Marcio Judice acrescentou que esse aumento nos casos respiratórios está diretamente associado à baixa cobertura vacinal. “Não conseguimos, até o momento, chegar à meta de vacinação em nenhuma das vacinas do nosso calendário. Nossas crianças estão ficando desprotegidas”, alerta.

O movimento com as unidades hospitalares iniciado em maio e pactuado por portarias publicadas em junho permitiu que até o momento fossem abertos 65 leitos de atendimento infantil em Santa Catarina. São 52 UTIs e 13 de cuidados intermediários, em diferentes regiões do estado, permitindo uma ampliação da rede de atendimento em todo o território.

Nesta sexta-feira, foram instaladas no Infantil de Florianópolis as estruturas que irão auxiliar na triagem de pacientes e atendimento dos casos mais brandos, aqueles com classificação verde e azul. Os pacientes das demais classificações serão encaminhados para os atendimentos na emergência. O prédio da unidade não comporta mais ampliações. A estrutura provisória deve entrar em funcionamento ainda neste final de semana.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul