Neurologista alerta sobre os cuidados para evitar a doença que mais mata no Brasil  -  Foto:Lysiê Santos/Notisul
Neurologista alerta sobre os cuidados para evitar a doença que mais mata no Brasil - Foto:Lysiê Santos/Notisul

Tubarão

A cada cinco minutos uma pessoa morre em decorrência de acidente vascular cerebral (AVC), contabilizando 100 mil mortes anuais no Brasil. O dado alarmante de que uma em cada seis pessoas no mundo terá um AVC, ao longo da sua vida, aumenta a preocupação contra a doença. O Dia Mundial do AVC, lembrado amanhã, alerta para a grande ocorrência de acidentes vasculares cerebrais, para os efeitos imediatos no corpo e reabilitação do paciente.

Também conhecido como derrame cerebral, esse fenômeno ocorre quando os vasos que levam sangue ao cérebro entopem ou se rompem, provocando a paralisia da área cerebral. O neurologista Arthur Furlaneto Fernandes afirma que o AVC é a doença que mais mata no Brasil e em Tubarão o índice é alarmante. “Em Tubarão, a incidência da doença por habitante é maior que nas capitais. Falta prevenção primária”, alerta o especialista. 

O neurologista avisa que se medidas saudáveis forem adotadas, as chances de se ter um AVC ou qualquer outra doença relacionada aos fatores de risco como hipertensão, diabetes, colesterol alto e tabagismo são mínimas. “Além de obter hábitos mais saudáveis, é importante fazer um acompanhamento médico regular. Caso os sintomas sejam identificados, procure um atendimento médico o mais rápido possível”, reforça.

17
milhões de pessoas têm um AVC no mundo, 6,5 milhões morrem e 26 milhões vivem com incapacidade permanente. No Brasil, trata-se da segunda maior causa de morte e da primeira causa de incapacidade física definitiva.

Prevenção via internet

A Rede Brasil AVC lançou o aplicativo AVC Brasil, que é uma ferramenta para celulares smartphones e tablets, que pode ser baixada gratuitamente nas principais lojas virtuais dos sistemas Android e IOS.
O aplicativo AVC traz como conteúdo informações sobre os principais sinais e sintomas, orientações sobre como prevenir o AVC, relação de hospitais especializados para o tratamento da doença, com endereço completo, com mapa e distância a ser percorrida até a unidade mais próxima, sempre atualizada por geolocalização, ou seja, a relação de unidades de especializadas de assistência será atualizada automaticamente, de acordo com a cidade onde o usuário estiver no momento do acesso.