Tubarão

OBrasil, semelhante a outras economias do mundo, sustenta-se em três principais pilares: a agricultura, responsável por cerca de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional; o setor industrial, que resulta em 25% do PIB; e o setor terciário, que engloba comércio e serviços. Apesar da força econômica do país ser bem dividida nesse sentido, um destes setores está mais fortemente ligado a fatores de extrema importância como geração de empregos, câmbio, investimentos, importação e exportação.

O setor industrial é um grande termômetro da economia. Se ele vai mal, a economia sofre, no entanto, se vai muito bem, a economia avança. Em Tubarão, para este e os próximos anos, o presidente da Associação Empresarial de Tubarão (Acit), Edson Martins Antônio, acredita que o município continuará com crescimento econômico sólido. “Temos grandes expectativas, pois Tubarão é uma cidade em visível transformação”, assegura. 

Conforme Edson, é importante seguir articulado para esta ascensão. “Precisamos continuar firmes enquanto entidades, poder público, universidades, empresas e profissionais, para que possamos consolidar uma cidade inovadora, polo e com qualidade de vida”, observa.

Há pouco mais de dois anos, a prefeitura firmou parcerias com algumas entidades, entre elas o Sebrae/SC, o qual implantou no município o Programa Cidade Empreendedora. Por meio de 38 soluções práticas, o Sebrae oferece consultorias, seminários, oficinas, palestras, entre outras ações para diferentes áreas atendidas pela Municipalidade.