Braço do Norte

O governo do estado atendeu ao pedido da comunidade de Pinheiral, em Braço do Norte, e agora a escola Jacob Luiz Neibel disponibilizará o ensino médio também. O diretor geral da secretaria educação do estado e ex-reitor da Unisul de Tubarão, professor Silvestre Herdt, ministrou uma aula magna para pais e alunos. Ele destacou a importância da presença da comunidade no cotidiano da escola, e da prioridade do estado em melhorar a qualidade do ensino e não somente a infra-estrutura das instituições de ensino do estado.

O diretor ainda falou sobre as obras recentes na área da educação, inauguradas pelo estado, porém, reiterou que cabe aos pais e professores fazer com que o ensino seja de qualidade. “A escola é um patrimônio da comunidade. É um espaço para a construção de vencedores e não para dar diplomas. Aprender é vivenciar e não decorar”, ensinou Herdt.

Para o secretário de desenvolvimento regional em Braço do Norte, Gelson Luiz Padilha (PSDB), a conquista do ensino médio para a instituição de ensino pode ser considerada o primeiro grande feito da SDR, implantada há cerca de meio ano. “Já fizemos várias ações, mas esta, por ser na área da educação, deixa-nos emocionados e orgulhosos, principalmente porque o pedido nasceu dentro da comunidade. E a conquista foi da SDR, da escola e do povo. Isso é a descentralização”, reiterou Padilha, visivelmente emocionado.

Já a gerente de educação da SDR, Catea Alberton, enfatizou a união da comunidade. “O esforço e a união da comunidade nos dá ânimo e serve de exemplo para o município”, resumiu. Para o presidente da Associação de Pais e Professores (APP) da unidade, Nivaldo Ricken, a implantação do ensino médio permitirá que os estudantes fiquem mais perto de casa, em vez de se deslocarem para outras instituições.

Obras
A primeira etapa das obras de reforma e ampliação da escola Nossa Senhora de Fátima, de Rio Fortuna, foram finalizadas. O investimento foi de R$ 46,8 mil na construção de um abrigo, estacionamento e melhorias no sistema de drenagem pluvial. As obras visam atender as necessidades mais urgentes da instituição de ensino.

A construção de um abrigo era uma reivindicação antiga. Já o antigo sistema de drenagem, não comportava mais o volume de água. Além de ser recuperado, foi ampliado. Já o estacionamento foi feito através de uma parceria entre o estado, a prefeitura e a câmara de vereadores de Rio Fortuna. O primeiro preparou o terreno, o segundo cedeu a mão-de-obra e o legislativo doou as lajotas.