O prédio será erguido em um terreno no bairro Progresso e será totalmente adaptado às normas de acessibilidade. Serão cinco salas de aulas, quadra coberta, pátio de serviço e bicicletário - Imagem: Ministério da Educação | Divulgação

Todas as diligências relacionadas ao projeto de construção da Escola Bilíngue de Laguna foram cumpridas. Com isso, o Governo Federal deu o sinal verde para que a instituição seja construída no município. Os recursos virão do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). A pedra fundamental à obra será lançada em algumas semanas, com a presença da primeira dama do Brasil, Michelle Bolsonaro, o ministro da educação, Milton Ribeiro, a secretária de modalidade especializada de educação, Ilda Peliz, e a diretora de políticas de educação bilíngue de surdos, Crisiane Bez Batti. A data ainda não está definida, pois dependem da agenda dos membros do governo federal para ser confirmada.

A nova escola, destinada para crianças do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental, terá cinco salas de aulas e capacidade para atender até 350 alunos em dois turnos (matutino e vespertino) e 175 estudantes em período integral. O prédio de 1.083,09 metros quadrados será erguido no terreno do antigo Centro Social Urbano no bairro Progresso e será inteiramente adaptado às normas de acessibilidade, com rampas, banheiros, pisos táteis e todas as demais estruturas para proporcionar igualitariedade aos estudantes. Além das cinco salas de aulas, o projeto do Ministério da Educação prevê uma quadra poliesportiva coberta, pátio de serviço e bicicletário, No mesmo lugar a Secretaria de Educação da Prefeitura pretende construir, ao lado, um novo Centro de Educação Infantil (CEI).

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul