A Orquestra Santa Teresinha de Tubarão, se apresenta nesta terça-feira (31) às 19h30, na Paróquia Santa Teresinha do menino Jesus, no bairro Passagem, na Cidade Azul, dentro de um projeto idealizado pelos músicos e também pelo pároco, Edison de Souza Müller. O público será presenteado com um repertório de ritmos do cancioneiro sertanejo.

O objetivo é mostrar para as pessoas os saberes e fazeres da cultura sertaneja, bem como a riqueza da música de raiz e a história da viola, por exemplo. “Podemos destacar, que desta forma, os jovens da nossa orquestra terão a oportunidade de conhecer este tipo de música melhor. O grupo possui um contato maior com instrumentos eruditos, que são utilizados com outro tipo de música. Será um momento cultural”, observa o padre Edison.

Segundo ele, cantar um pouco de Deus no sertão é algo bonito e prazeroso. “Levar a nossa alma para esses lugares do sertão, que nos marcaram e nos marcam muito. A nossa alma possui muito do sertanejo, a nossa educação e hábitos. Além de proporcionar as pessoas esse reencontro dentro de si, queremos levar as crianças e jovens a esse ambiente cultural da música sertaneja raiz. Eles têm contato com outro tipo de música e levá-los a conhecer um pouco da música clássica sertaneja fará muito bem a todos”, assegura.

O concerto trará para o público canções que fizeram história e promete ficar registrado na memória dos moradores de Tubarão e região. Além da Orquestra Santa Teresinha, músicos como os padres Auricélio Costa e Judá Gabriel participarão do evento. As cantoras Débora Faustino e Rosângela Costa também estarão na iniciativa.

Com a apresentação, padre Edison espera mostrar, mais uma vez, que uma orquestra não está presa a um único gênero musical e pode executar todo tipo de projeto. Por se tratar de uma orquestra executando, o resultado já é diferente daquele visto com bandas tradicionais. Ele acredita que será possível transformar as músicas. “As cores timbrísticas de uma orquestra proporcionam uma riqueza na abordagem das melodias, dos ritmos. Com uma orquestra, pode-se expandir a música. Ela possibilita, por meio dos variados instrumentos, uma diversificação da abordagem”, finaliza.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul