Tubarão

Mesmo não atendendo pessoalmente os consumidores, o Procon de Tubarão tem efetuado diversas notificações, resultado das denúncias feitas pelos cidadãos por telefone ou email.

Na terça-feira (17), oito empresas de Tubarão foram notificadas pelo órgão. As irregularidades são, em grande parte, relativas a preço abusivos de álcool em gel, máscaras e luvas. Nesta quarta-feira (18), mais quatro empresas foram notificadas e além da verificação em farmácias de produtos relacionados à área da saúde, houve ainda denúncia de majoração de preços em estabelecimentos que comercializam gêneros alimentícios. Outras duas denúncias não puderam ser verificadas, já que os estabelecimentos estavam fechados.

O coordenador do Procon, Ângelo Pulita explica que todas as empresas notificadas têm um prazo de 24 horas para apresentar documentação, como nota fiscal de compra do fornecedor. A partir dos documentos é que pode ser ou não constatado o abuso. “Por isso, é fundamental que o consumidor peça a nota fiscal. Isso facilita muito, pois é uma prova importante, para confirmação da denúncia”, orienta.

Como o órgão não está aberto ao público, as denúncias podem ser feitas online pelo site: consumidor.gov.br ou ainda pelo e-mail: procon@tubarao.sc.gov.br.