Feira de Cantão, realizada na China em duas edições ao ano, motiva missão

Tubarão

As novas expectativas de recuperação da economia e retomada de crescimento possibilitam com que empreendedores do Sul de Santa Catarina busquem novas estratégias. Uma delas é a visita na Feira de Cantão, realizada todos os anos em abril e outubro na China, considerada a maior do mundo e que congrega mais de 60 mil expositores.
Neste ano, a feira encerrou na última semana. Uma das empresas que tem relações com o mercado chinês e pretende visitar a edição do segundo semestre é a Perfisud. Especializada em soluções para perfis em alumínio, a companhia pretende fechar negócios na Ásia. “Já temos equipamentos adquiridos da China. Neste ano, queremos visitar em outubro a Canton Fair para buscar matéria-prima e adquirir outros maquinários que nos ajudam em toda a cadeira produtiva da indústria”, afirma o diretor da empresa Sérgio Marquetto.

Assessoria em comércio exterior
Assim como Marquetto, tradings são responsáveis por assessorar empreendedores locais para visitar e efetivar negócios na China. “Temos parceria consolidada com muitas empresas chinesas, além de que a importação efetivada com uma assessoria possibilita a redução de custos e tarifação menor”, opina o diretor da IDB do Brasil Trading, Erick Isoppo.
Segundo o diretor da Perfisud, sem amparo de pessoas credenciadas dificilmente os negócios conseguem ser efetivados. “Pretendo ir à feira com a equipe da IDB. Desde 2012 a trading colabora para estruturação de todo o processo de importação, inclusive para prospectar e preparar todos os documentos necessários”, lembra Marquetto.

Foto: Perfisud/Divulgação/Portal Notisul