Tubarão 

O empresário tubaronense Guilherme Gonçalves Pereira, assumiu na noite desta quarta-feira (3) a presidência da Confederação Nacional de Jovens Empresários (Conaje). A solenidade de posse da nova diretoria ocorreu na sede da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), em Brasília (DF). Os jovens empresários Guilherme Gonçalves e Ananda Carvalho assumiram a presidência e vice-presidência da entidade, respectivamente, para o período 2017/2018.

Segundo o presidente da Conaje, Guilherme Gonçalves, os objetivos para a gestão são bem claros. “Pretendemos trabalhar de maneira enxuta, com poucos objetivos estratégicos, mas todos claros para que toda a equipe saiba exatamente o resultado a alcançar. Nossas metas são de um modelo de gestão para aplicar aos associados da Conaje, solidificar produtos e serviços que gerem receitas recorrentes à Conaje e seus associados, contribuir para que os associados se fortaleçam enquanto instituição, discutindo os problemas comuns a todos eles e propondo soluções”, enfatiza.

Guilherme Gonçalves é sócio do escritório Moraes & Gonçalves Advogados com atuação em assessoria jurídica empresarial, propriedade intelectual e regularização fundiária; sócio da Chicken Way, empresa de alimentação baseada em frango e sócio da G4 Empreendimentos Imobiliários. Atuou como diretor jurídico da Conaje no período de 2015/2017, foi 1º Vice-Presidente Executivo do Conselho Estadual do Jovem Empreendedor de Santa Catarina (Cejesc) na gestão 2013/2015, integrante da Comissão de Direito da Inovação, Propriedade Intelectual e Combate à Pirataria da OAB/SC (Gestão 2012/2015), conselheiro da Associação Empresarial de Tubarão-SC (ACIT), Conselheiro da Associação de Jovens Empreendedores de Tubarão-SC (AJET) e integrante do Rotary Club de Tubarão Leste.

Confederação

A Conaje tem atuado, desde sua criação, na defesa dos interesses dos jovens empreendedores e empresários brasileiros, buscando fortalecer o ecossistema empreendedor e criar um ambiente sustentável para os negócios. Nesses mais de 16 anos, a Confederação se modernizou e promoveu mudanças na forma de atuar, exatamente para acompanhar as necessidades de mercado, do país e do jovem empresário.

Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação/Portal Notisul