Uma empresa de Tubarão foi notificada após o Procon/SC identificar irregularidade na venda de álcool em gel. O produto estava à venda nos supermercados da cidade e foi retirado na semana passada.

De acordo com o Procon-SC, em conjunto com a Fundação Universidade Regional de Blumenau (Furb), foram realizados  testes em álcoois em gel que diziam ser 70% de concentração, porcentagem considerada eficaz pela Anvisa para combater o Covid-19.

Conforme o Percentual FURB, foi identificado em um lote do produto Brilholac o teor de  60,53% de álcool.

A empresa Globo do Brasil, fabricante de produtos de limpeza, teve o estabelecimento interditado por 48 horas e recolheu o lote com as irregularidades.

“Os fabricantes com o único propósito de aumentar sua margem de lucro, aproveitaram da crença dos consumidores que acreditavam comprar um produto eficaz, mas que na realidade, os deixavam mais suscetíveis de contrair e propagar a doença, o que torna o fato gravíssimo por comprometer a saúde e a ordem pública”, relata a coordenadora do Procon de Tubarão, Andresa Fontanela.

A sócia-diretora da empresa, engenheira química Maria Salete Meneses Pereira, garante que não houve má fé. Ela afirma que o produto recolhido é destinado à limpeza de ambientes e não é vendido com o objetivo de higiene pessoal.

“Já encaminhamos os produtos para análise e vamos verificar qual o teor de álcool nos produtos recolhidos. Em caso de irregularidade vamos nos adaptar às normas como tem sido nos mais de 30 anos da empresa”.

Entre em nosso grupo do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/Notisul