A Prefeitura de Tubarão, por meio da Fundação Municipal de Saúde (FMS), adquiriu mais dois mil testes rápidos que chegaram ao município, nesta segunda-feira (13). As unidades integrarão as atividades de monitoramento e de detecção dos pacientes suspeitos de Covid-19, pelo Centro de Operações de Emergências Municipais em Saúde (COEMS).

A compra foi realizada pelo Consórcio Intermunicipal de Saúde da Amurel (CIS-Amurel), com recursos vinculados oriundos do Ministério da Saúde. Assim, pela quantidade de municípios que realizaram a compra, cada unidade do teste rápido saiu a preço de R$ 51,90, somando um custo de R$ 103.800,00.

Todos os testes adquiridos passaram pelo crivo da equipe técnica municipal e são adquiridos mediante comprovação de registro na Anvisa – órgão fiscalizador e regulamentador que exerce o controle sanitário de todos os produtos e serviços (nacionais ou importados) submetidos à Vigilância Sanitária.

 

Histórico de testes rápidos

Desde o início da pandemia, entre compras, doações e repasses do Estado, o município somou 11.770 unidades de testes rápidos. Destes, 9.640 unidades foram compradas; 650 unidades recebidas através de doação – Tubarão Saneamento e Cooperativa Unicred; 1.480 unidades repassadas pelo Governo do Estado de Santa Catarina (74 caixas com 20 unidades cada).

Dos testes repassados pela Secretaria de Estado da Saúde, de acordo com a nota técnica nº 09/2020/COES/SESC, 860 unidades foram repassadas diretamente as instituições de saúde. Destas, de forma obrigatória, 260 unidades foram destinadas ao Hospital Nossa Senhora da Conceição e 60 para a Clínica de Doenças Renais. O restante dessas unidades foi por meio de doação da Fundação Municipal de Saúde, de forma espontânea:

– 340 testes para o Hospital Nossa Senhora da Conceição;

– 200 testes para o Hospital Socimed.

Dos 1.480 testes repassados pelo estado de Santa Catarina, subtraindo os repasses destinados as instituições, que são 860 unidades, sobraram 620 testes. Esses vão ficar resguardados para serem realizados em profissionais de saúde, Instituição de Longa Permanência de Idosos e Forças Armadas.

Testes realizados no município para os pacientes suspeitos: até a última segunda-feira (13), dos testes comprados, foram utilizadas 2.300 unidades. Dos repassados pelo Estado, 423 unidades. Nas Instituições de Longa Permanência de Idosos, foram realizados mais 202 testes, dos repassados pelo Estado.
Testes realizados no município para os profissionais de saúde: 899 testes.
Testes assegurados para realização de testagem em massa no município: mil unidades, destas 403 foram utilizadas.

Ao fim, sobraram 6.717 dos adquiridos pela FMS, que serão utilizados para próximos casos suspeitos do município.

 

Critérios para realização dos testes

O paciente notificado, pelas unidades básicas de saúde, hospitais, Policlínica Central ou Coems, começa a ser monitorado e os critérios avaliados. Se o paciente ou contato de paciente positivo forem sintomáticos e estiverem entre o 3º e 7º dia de sintomas, é realizado o encaminhando para o teste PCR, que é o exame realizado com a introdução de um cotonete no nariz do paciente.

Se o paciente ou o contato do paciente positivo forem assintomáticos, serão encaminhados para a realização dos testes rápidos após, no mínimo, 12 dias do contato. Esse teste avalia a quantidade de anticorpos da pessoa, resultando em resultado positivo que ainda transmite o vírus, IGM; positivo para a doença, mas não transmite mais, IGG ou, negativo, que não teve contanto com o vírus.

 

Fonte: Prefeitura de Tubarão

Entre em nosso grupo do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul