Com as novas doses enviadas pelo Ministério da Saúde nesta quarta-feira (22), o município poderá iniciar a segunda etapa da campanha de vacinação. Os pacientes crônicos serão os próximos a receberem a imunização nesta quinta-feira (23). A intenção da Fundação Municipal de Saúde (FMS) é vacinar todo esse público-alvo durante a quinta e sexta-feira (23 e 24), por meio de todas as 32 Unidades Básicas de Saúde (UBS), das 13 às 16 horas. Serão aproximadamente 7,5 mil doses para aplicar neste grupo.

É importante ressaltar que a vacinação só ocorrerá durante o período vespertino, com distribuição de senhas a partir das 13 horas, conforme o quantitativo de vacinas enviadas para cada posto. “É necessário lembrar das medidas de segurança ao sair de casa como a utilização de máscaras. Cada UBS terá uma organização, com objetivo de agilizar e assegurar a saúde e segurança de todos os pacientes e profissionais da saúde”, afirma o diretor-presidente da FMS, Daisson Trevisol.

Pacientes que possuem doenças crônicas e condições especiais, como listado abaixo, deve procurar a UBS mais próxima de sua residência para se imunizar. Mas para garantir a vacina, esses pacientes devem estar munidos, além da carteira de vacinação e utilizando das máscaras de pano, de um atestado médico ou um laudo que comprove a enfermidade.

Quem faz parte deste público-alvo

Pacientes com doenças respiratórias crônicas, cardíacas crônicas, renais crônicas, hepáticas crônicas, neurológicas crônicas, diabetes, imunossupressão, obesos de grau III, transplantados ou portadores de trissomias.

Demais grupos da segunda etapa

A segunda parte da campanha de vacinação contra a influenza prevê a imunização de sete grupos de risco, que são eles:
• Profissionais das forças de segurança e salvamento;
• Caminhoneiros;
• Motoristas de transporte coletivo;
• Portadores de doenças crônicas não transmissíveis (comorbidades) e outras condições clínicas especiais;
• Pessoas privadas de liberdade;
• Profissionais do sistema prisional;
• Adolescentes e jovens, de 12 a 21 anos, que cumprem medidas socioeducativas.

Destes, os profissionais das forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade também serão vacinados in loco. Caminhoneiros e motoristas de transporte coletivo poderão receber a imunização quando novas remessas chegarem ao município.

De acordo com gerente de saúde da FMS, Chaiana Esmeraldino Mendes Marcon, a mobilização desta etapa acontecerá em partes, pela falta de doses. “Os próximos grupos a receberem a vacina serão definidos conforme a disponibilização de novas doses pelo Ministério da Saúde e, assim será divulgada a estratégia e as datas”, relata.

Fonte: Prefeitura de Tubarão