Com o intuito de fazer as pessoas permanecerem em isolamento, a cidade de Tubarão e a maioria dos municípios da Associação dos Municípios de Região de Laguna (Amurel) decretara na última quarta-feira (15), medidas mais restritas para a quarentena.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Daisson Trevisol, as medidas tem a finalidade de fazer com que as pessoas fiquem em isolamento social pelo período de nove dias. “Assim, consigamos frear a disseminação do vírus”.

O secretário explica que tem-se percebido há algum tempo, o aumento progressivo da contaminação em todo o Estado, principalmente na região litorânea. “Há uma necessidade de ação, porque nós temos que minimizar a quantidade de pessoas que estão transmitindo o vírus na comunidade”, pontua Daisson.

Ele afirma que é muito importante que se tenha espaço nas enfermarias e que também se disponibilize espaço nas Unidades de Terapia Intensivas (UTI’s). “E assim viabilizá-las aos pacientes que mais necessitam”, pontua.

Vale ressaltar que o número de óbitos no município aumentou consideravelmente. “Inclusive nesta última semana e isso nos preocupou bastante. Isso nos leva a uma responsabilidade de fazer o que estamos fazendo nesse momento”, justifica.

Daison acredita que cada município deveria tomar uma atitude dessa ou o Estado tomar uma atitude como a adotada em Tubarão. “Seria necessário uma quarentena com pelo menos alguns dias, para que pudéssemos frear a disseminação do vírus”, reforça.

 

Medidas adotadas

O secretário conta que ações estão constantemente sendo intensificadas e que acredita-se que o resultado será positivo. “Esperamos que com essas ações, aumento da fiscalização, aumento ainda maior de testagem dos paciente e o acompanhamento daqueles pacientes monitorados teremos sucesso. E que assim, possamos vencer mais essa etapa da pandemia que é um dos maiores picos, se não o maior que tivemos até agora”, pontua.

 

Números de hoje

O Centro de Operações de Emergências Municipais em Saúde (Coems), registrou até hoje 10.050 notificações no município. Só nas últimas 24 horas, foram 325 notificações de pessoas com sintomas relacionados a covid-19.

O número de casos positivos é de 1.144, sendo 73 nas ultimas 24h, ou seja, três pessoas infectadas por hora. Dos tubaronenses que testaram positivo para a doença, 823 já estão curados, 289 estão em monitoramento, dez encontram-se hospitalizados em UTI e oito em enfermaria.

Além disso, o município soma 13 óbitos de pacientes positivo para covid-19. O último ocorreu nas ultimas 24 horas. Uma senhora de 65 anos que teve exame positivo para coronavírus. Em Tubarão já foram testadas 7.136 pessoas, destas 430 aguardam resultados e são consideradas suspeitas.

Quanto a ocupação dos hospitais são 19 casos positivos internados em UTI adulto, sendo dois de Imbituba, dez Tubarão, dois de Capivari de Baixo, dois de Gravatal, um de Armazém, um de Garopaba e um de Laguna. Já dos casos suspeitos, seis pacientes encontram-se em UTI adulto. Quatro pacientes são de Tubarão, um de Imbituba e um de Laguna. Em UTI infantil há um caso suspeito de Braço do Norte.

Na enfermaria são 13 casos positivos. Sete são de Tubarão, um de Gravatal, um de Capivari de Baixo, um de São Martinho, um de São Ludgero e um de Pescaria Brava. Suspeitos em enfermaria são 17, 11 pacientes de Tubarão, dois de Imbituba, um de Capivari de Baixo, um de Treze de Maio, um de Jaguaruna e um de Sangão.

 

Entre em nosso grupo do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul