A pandemia de Covid-19 resultou em normas que precisam ser seguidas pelos estabelecimentos. Diariamente, a Vigilância Sanitária de Criciúma verifica se os locais estão seguindo as regras para o enfrentamento da doença com segurança. Nos próximos dias, o órgão intensificará a fiscalização das medidas sanitárias nos estabelecimentos devido ao aumento de casos da doença no município.

A Secretaria Municipal de Saúde já alertou para que a população, principalmente os idosos, siga corretamente as medidas e se possível, fique em casa. “Estamos enfrentando certa resistência das pessoas quanto as medidas sanitárias, principalmente quanto a evitar aglomerações. O uso de máscaras está correto, a dificuldade mesmo é respeitar o distanciamento”, afirmou o fiscal da Vigilância Sanitária, Samuel Bucco.

Para ele, é essencial que a população continue respeitando as medidas de proteção para evitar o avanço da doença. “Por isso, a Vigilância Sanitária pede a contribuição das pessoas para que o município não necessite dar um passo atrás e ter que voltar com as medidas de restrição”, frisou.

O órgão fiscaliza os estabelecimentos, em especial os serviços de alimentação, e também atende denúncias de descumprimento das normas, que aumentaram recentemente, além de fiscalizar os novos eventos que foram flexibilizados nos últimos dias. “Daqui para frente, os estabelecimentos que insistirem em descumprir as normas poderão ser interditados. São medidas mais rigorosas que estamos tomando”, ressaltou Bucco.