A Divisão de Investigação Criminal (DIC), de Criciúma solicionou o caso de um homicídio cometido na madrugada de 25 de dezembro do último ano. Na época um corpo foi encontrado incinerado dentro do porta-malas de um carro, no bairro Renascer, em Criciúma.

A investigação apurou que na noite de Natal, a vítima foi comprar drogas no local e “alugou” seu automóvel para uma traficante, de 22 anos, em troca de certa quantidade de crack. Enquanto a vítima usava drogas, a traficante pegou o automóvel e foi dar voltas pela cidade na companhia de um foragido da justiça e de um adolescente, de 16 anos. 

Em razão de ter permanecido com o veículo da vítima por mais tempo do que o combinado, o proprietário do carro reclamou do atraso e disse que iria chamar a polícia. Neste momento, a traficante, com ajuda do foragido, o agrediram severamente, amarraram suas mãos com um cinto e o prenderam no porta-malas do carro.

O carro foi levado até uma área desabitada do bairro Renascer, com o intuito de ser ateado fogo. A ação foi realizada com a vítima ainda viva dentro do porta-malas de seu carro.

A traficante foi presa e encaminhada a penitenciária feminina de Criciúma. O foragido da justiça, de 23 anos, ainda não foi localizado.