“Amor não é sentimento, é uma atitude.” A frase, entoada por anos na casa da família Frizzo, ganhou mais significado nesta semana. 

Internada em estado terminal por mal de Alzheimer, Maria de Lourdes Frizzo, 78, e Roberto João Frizzo, 80, morreram com três horas de diferença em Caxias do Sul, na serra gaúcha. 

Ele estava internado devido a um câncer avançado. Maria morreu às 9h14 de ontem, e o marido às 12h40 — cerca de 40 minutos após saber pela família da morte da amada.

“Um esperou pelo outro”, acredita uma das três filhas do casal, a corretora de imóveis Simone Frizzo Salvador, 55. Os dois estavam casados havia 56 anos — em julho de 2013, celebraram as Bodas de Ouro. 

Os dois eram funcionários públicos aposentados. Além de Simone, deixam as filhas Rossane Frizzo Godoy, 54, e Paula Frizzo, 49, três netas e um neto.