A Secretaria de Assistência Social de Braço do Norte continua sua produção de fraldas descartáveis infantis e adultas. Ao todo são produzidas seis mil fraldas por mês, que são distribuídas para 140 usuários. As fraldas são feitas exclusivamente pela equipe da secretaria de Assistência Social, já que em virtude da pandemia não é possível contar com o apoio das voluntárias.

Segundo a secretária de Assistência Social, Gisely Heidmann Perin Meurer, há muito cuidado da Prefeitura na aquisição da matéria-prima, que precisa ser de boa qualidade. “Nos preocupamos em utilizar um bom material, evitando o desperdício e que dê o maior conforto possível tanto para os adultos quanto para as crianças que usam”, comenta.

O prefeito, Beto Kuerten Marcelino, que visitou a Secretaria de Assistência Social nesta quinta-feira (30), explica que as fraldas descartáveis para adultos são confeccionadas há muitos anos, já a máquina para produção de fraldas descartáveis para crianças foi adquirida através da Fundação Nova Vida, na gestão do senhor Joaquim Coelho Lemos.

Para ele, poder viabilizar este benefício à população, foi uma grande conquista. “Em uma visita a Braço do Norte, o Joaquim percebeu que a equipe da secretaria daria conta da demanda da máquina, já que é experiente com fraldas geriátricas e, por isso, viabilizou a produção das fraldas infantis”, explica Beto.

Cada fralda custa R$ 0,79, portanto, o pacote com 20 fraldas tem um custo de R$ 15,80. A fabricação também conta a colaboração de 28 voluntários que auxiliam, nas tardes de quinta-feira. As fraldas infantis são para crianças de até dois anos e vem com 20 fraldas. Já o pacote das fraldas para adultos contém 10 fraldas.

Para ter direito ao recebimento das fraldas, a família precisa estar em situação de vulnerabilidade, ter duas ou mais crianças ou crianças com deficiência, de qualquer idade. A renda per capita das famílias deve ser de meio salário mínimo vigente, ou ainda, pessoas adultas com deficiência, acamadas e idosos acima dos 60 anos.

O público prioritário para a cessão são as famílias atendidas pelo Cras, pelo Creas e que estão no Cadastro Único. A quantidade de produto fornecido é avaliada de acordo com a necessidade de casa usuário dado pelo parecer da assistência social.