O artista Ricardo Herok, de Criciúma, é o responsável pela obra de arte que fará alusão aos principais símbolos do município - Imagem: Reprodução

O dia 30 de março será emblemático para Capivari de Baixo: a data marca o 30º aniversário de emancipação política-administrativa do município e será celebrada com diversas atividades, ações e revitalizares. Uma delas começou a ser feita nesta quarta-feira, no Elevado Brasilino Antônio Alves. A estrutura ganhará uma nova pintura, feita em grafite, e será transformada no não cartão postal da cidade.

Os trabalhos de revitalização começaram a ser feitos nesta quarta-feira (9) e devem ser finalizados até a próximas semana – Foto: Prefeitura de Capivari de Baixo | Divulgação

Os desenhos contarão a história do município e trarão imagens que remetem a economia e ao desenvolvimento do município, como uma locomotiva da Ferrovia Tereza Cristina; traços alusivos ao Complexo Termelétrico Jorge Lacerda e ao operários da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), cujas ruínas ainda estão na cidade. As capivaras e os primeiros habitantes da região, os índios tupis-guaranis; também serão estampados pelo grafiteiro Ricardo Herok, de Criciúma, responsável pela obra de arte.

Por conta do trabalho, que levará poucos dias para ser concluído, os motoristas que trafegarem pela Avenida Nereu Ramos e pela Rua Medeiros devem ficar atentos aos bloqueios de meia-pista. O Elevado Brasilino Antônio Alves foi inaugurado em 25 de novembro de 2000 e leva este nome em homenagem ao pai do ex-prefeito de Capivari de Baixo, Luiz Carlos Brunel Alves. Brasilino era natural de Lauro Müller e, quando chegou em Tubarão, instalou-se em Capivari na época em que a localidade ainda eram uma bairro de Tubarão. Casado com Anita Brunel, ele teve nove filhos e foi um dos primeiros empreendedores comerciais da comunidade.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul