Brasília (DF)

Às vésperas das eleições municipais de outubro, que elegerá prefeitos e vereadores em todo o país, 74% do eleitorado acredita que os prefeitos deveriam conseguir emprego para seus eleitores. Desses, 36% consideram ser “obrigação” dos chefes do executivo empregar as pessoas que votaram neles. O resultado foi anunciado ontem pela pesquisa Vox Populi, encomendada pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB).

“Esse número é alarmante, mas a gente percebe que isso reflete a preocupação (da população) com o desemprego. O eleitor confunde as atribuições de chefe do executivo de estimular programas de geração de emprego. Isso decorre da idéia de que ele tem que gerar empregos”, explicou o coordenador da campanha Eleições Limpas da AMB, Paulo Henrique Machado.
Para ele, a perspectiva de geração de emprego não funciona como “motivação” para o voto.

Ao elencar as “obrigações do prefeito” na pesquisa AMB/Vox Populi, 84% do eleitorado apontou que os chefes do executivo devem pagar as despesas de hospital ou de enterro para quem necessita, enquanto 83% cita que eles devem “providenciar dinheiro para melhorias destinadas a pessoas necessitadas”.

Na liderança da lista de “obrigações” dos prefeitos aparece a opção de “construir escolas e hospitais”, seguido de “desenvolver programas de geração de emprego para as comunidades”.
Nesta pequisa, foram ouvidas 1.502 pessoas em cinco regiões do país. A margem de erro é de 2,5 pontos percentuais.