Amanda Menger
Tubarão

Com um pedido de vistas do juiz Volnei Celso Tomazini, do Tribunal Regional Eleitoral, foi adiado para hoje o julgamento dos recursos dos candidatos a prefeito de Tubarão Genésio Goulart (PMDB) e a vice Irmoto Feuerschuette (DEM). Os dois tiveram os registros de candidatura impugnados em primeira instância pelo juiz da 33ª zona eleitoral de Tubarão, Luiz Fernando Boller.

“O pedido de vistas foi solicitado em decorrência do processo de Irmoto. As duas ações foram vinculadas. Tecnicamente, não podemos dizer que o processo foi concluído, mas os juízes que se pronunciaram foram favoráveis ao recurso de Genésio”, revela o advogado de Genésio, Rodrigo Silva.

O Ministério Público Eleitoral (MPE) solicitou a impugnação de Genésio e Irmoto por motivos diferentes. O argumento para o caso de Genésio foi a sua vida pregressa. Já Irmoto, teve o nome citado na lista elaborada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) por ter contas rejeitadas em processos que não cabem mais recursos, o que tornaria inelegível pela lei complementar 64/1990.