Zahyra Mattar
Tubarão*

Demorou, mas os candidatos aos cargos a prefeito e vice nos municípios da Amurel estão, enfim, na boca do povo. Os candidatos a vereadores, porém, ainda são motivos de discussão. As siglas têm até este sábado para “sacramentar” coligações e disponibilizar nomes. Após este prazo, quem está dentro poderá sair. Mas quem está fora não poderá entrar.

Na região de Tubarão e Laguna, especialmente nos municípios “menores”, a briga será acirrada em outubro. Em Treze de Maio, por exemplo, três frentes deverão disputar a atenção dos poucos mais de três mil eleitores. Em Santa Rosa de Lima, o menor município em densidade eleitoral, não será diferente: duas chapas concorrem. Rio Fortuna é a única cidade da região onde apenas uma chapa está inscrita.

Até este sábado, deverá ocorrer poucas mudanças no cenário político dos 17 municípios. Entre estas novidades, podem ser citadas a escolha do vice na chapa do PDT de Jaguaruna e de Pedras Grandes, os candidatos a prefeito e vice do PT de Treze de Maio, e algumas alianças para as proporcionais em um ou outro município.

Assim como nas regiões de Tubarão e Laguna, no Vale do Braço do Norte, os candidatos a prefeito, vice e vereadores aguardam o próximo domingo para dar o primeiro passo ‘oficial’ em direção a 5 de outubro, quando ocorrem as eleições municipais deste ano. O sentimento de concorrência é transposto por um pedido unânime entre os presidentes dos partidos: respeito entre os candidatos e as regras eleitorais.

* Com informações dos repórteres Tatiana Dornelles, Amanda Menger, de Tubarão, e Bertoldo Weber, de Braço do Norte.