Carolina Carradore
Tubarão

Quem pretende comprar uma secadora de roupas esta semana, terá que esperar por mais alguns dias. O consumidor fez a ‘limpa’ nos principais estabelecimentos de Tubarão. O motivo não podia ser outro: o eletrodoméstico é a melhor alternativa para secar a roupa, especialmente agora, com o tempo muito úmido.

O aumento na venda de secadoras já é superior a 50% entre maio e este mês, no comparativo com os meses anteriores. Karina de Freitas, 22 anos, não perdeu tempo. Esta semana ela passou pelas lojas do centro para pesquisar os preços do eletrodoméstico.

Os preços variam de R$ 249,00 a R$ 1.129,00. A maior procura é pelas secadoras de parede. Em uma loja no centro de Tubarão, cerca de 350 equipamentos deste modelo foram vendidos em um mês. Animado, o vendedor Paulo da Silva, espera a reposição do estoque para fazer bons negócios.

Em outra loja, alguns modelos são vendidos apenas por encomenda, já que o estoque está defasado. Em outros locais, o eletroméstico literalmente sumiu das prateleiras. O vendedor Carlos Roberto da Silva, está animado com o aquecimento das vendas, mas lamenta a falta do produto.

“Os consumidores, a maioria mulheres, dizem que não aguentam mais estender roupas dentro de casa, já que na rua é impossível por causa da chuva”, conta, em tom divertido. “Esta semana a procura diminuiu um pouco porque ainda não choveu”, completa Carlos Roberto.