A ponte sobre o Rio Tubarão tem 340,80 metros de extensão. É a segunda maior obra-de-arte especial do lote 26. O asfaltamento dos acessos iniciou ontem.
A ponte sobre o Rio Tubarão tem 340,80 metros de extensão. É a segunda maior obra-de-arte especial do lote 26. O asfaltamento dos acessos iniciou ontem.

Tubarão

Desde ontem, os trabalhadores da empresa Triunfo, responsável pelas obras de duplicação do lote 26 da BR-101, entre os municípios de Tubarão e Sangão, atuam no asfaltamento dos acessos às cabeceiras da ponte sobre o Rio Tubarão. A aplicação foi iniciada pela cabeceira norte, próximo à Passagem Inferior (PI) de acesso ao bairro Morrotes.

No sentido inverso, é feito o adensamento das camadas de base. Construída ao lado da antiga estrutura sobre o rio, a nova ponte receberá o tráfego no sentido sul da rodovia e fará a ligação com o futuro túnel do Morro do Formigão. Os trabalhos prosseguem nesta semana e os motoristas devem redobrar a atenção no trecho, já que há homens e máquinas pesadas às margens da pista.

Ainda no lote 26, as obras de edificação dos muros de taludes na cabeceira do viaduto duplo de acesso ao centro de Tubarão estão concluídas. Na cabeceira sul do viaduto, seguem os trabalhos de aterro para instalação dos EPS (poliestireno expandido, o popular isopor).

Uma parte dos blocos já foi colocada e, para que o conjunto seja completado, o aterro precisa estar nivelado. E é nisto que os trabalhadores irão concentrar-se nesta semana. Sobre o viaduto, outra equipe executa finalizações estéticas, com aplicação de argamassa nas proteções de bordo das pistas.

Atenção para trabalhos próximos das pistas

Os usuários da BR-101 devem atentar para os trabalhos de depósito e compactação de rochas no quilômetro 349, rótula de acesso ao município de Treze de Maio. Máquinas e trabalhadores atuam muito próximos às pistas, ainda que o serviço não interfira no fluxo da rodovia. Os trabalhos são para dar continuidade à construção da passagem inferior projetada para o trecho, bem como a adequação das pistas antigas aos novos padrões da duplicação. Os motoristas devem atentar também para o fluxo de pedestres, pois as obras de duplicação estão inseridas na comunidade da Costa da Lagoa, em Jaguaruna.