Considerado moderno e versátil pela arquitetura, o drywall é uma técnica que tem conquistado adeptos por causa de sua praticidade e também pelo custo benefício. Pode se encaixar ainda, nas mais variadas etapas dentro de uma obra.

Nelson Costa Junior, da CostaSul gessos e drywall, de Tubarão, destaca que entre os benefícios, e que ele possui uma espessura mais fina, proporcionando um aumento de até 5% na área útil dos ambientes. Além de seu peso ser menor, inclusive, reduzindo ou suprimindo a necessidade de algumas vigas e pilares, diminuindo a carga total da estrutura e fundação da edificação. “É possível obter um ótimo isolamento acústico e térmico, dependendo da estrutura interna projetada. É resistente ao fogo, pois 20% do seu peso é composto por água, reduzindo a propagação da chama. Existem modelos de placas que atendem com melhor desempenho ao quesito resistência ao fogo” pontua.

Costa Júnior explica que os projetos de instalações elétricas, hidráulicas, de gás, e telefone, por exemplo, são de fácil execução. Possui estabilidade dimensional muito boa. É de fácil execução, por utilizar um sistema pré-fabricado modulado: por meio de marcações, as guias são facilmente instaladas, parafusadas no piso e no teto, reduzindo o tempo de obra e de custos com os prestadores de serviço. “O sistema de construção a seco: não existe umidade durante a sua construção, descarta pouco material e produz pouco resíduo. Permitindo vários tipos de acabamentos: como pintura, textura, colocação de azulejos e pastilhas, revestimentos com papel de parede, lambris de madeira e até mesmo revestimento com mármore e granito”, enfatiza.

Segundo o empresário, o acabamento é bom por ser preciso em suas medidas e proporciona uma superfície única, com um aspecto liso. Caso tenha a necessidade de reparos ou manutenção não haverá sujeira que as paredes comuns de tijolos ou blocos fazem. Considera-se, que é mais barato construir com drywall do que com alvenaria convencional.

O drywall, também conhecido como gesso cartonado, foi inventado em 1916 nos Estados Unidos e consiste em uma placa de gesso pré-fabricada, encapada com papelão ou fibra de vidro e que pode ser afixada em estruturas de alumínio para construção de casas e até mesmo prédios. Construções em drywall são muito mais leves, mais baratas e mais rápidas do que as construções de alvenaria, por isso elas têm se popularizado bastante aqui no Brasil.