Laguna

O primeiro relatório de monitoramento das praias da temporada de verão 2016/2017 foi divulgado nesta sexta pela Fundação do Meio Ambiente (Fatma). O documento mostra que 79,4% dos 214 pontos analisados estão próprios para banho. Na Capital, 76% (57) dos locais podem ser aproveitados pelos banhistas.

No restante do Litoral, 83,1% (170) estão próprios. No Litoral Sul, a Praia do Porto, em Imbituba e a Prainha do Farol, em Laguna estão impróprias. 

A partir de agora, as coletas, análises e divulgação da qualidade das praias de Santa Catarina passam a ser semanais. Neste ano, a Fatma avalia três pontos a mais que no ano anterior: dois em Governador Celso Ramos e um em Imbituba. “Este é um programa de saúde pública realizado pela Fatma há 40 anos. É feito seguindo as normas do Conselho Nacional do Meio Ambiente, o Conama, por técnicos efetivos capacitados”, explica o presidente da Fundação, Alexandre Waltrick Rates.

Para dizer se um ponto é próprio ou impróprio para banho, a Fatma analisa a presença da bactéria Escherichia coli, presente em fezes de animais e humanos. São necessárias cinco coletas consecutivas para se obter o resultado.