Travesseirinhos infantis foram entregues por voluntárias na ala pediátrica do Hospital Nossa Senhora da Conceição. - Foto: HNSC/Divulgação/Notisul
Travesseirinhos infantis foram entregues por voluntárias na ala pediátrica do Hospital Nossa Senhora da Conceição. - Foto: HNSC/Divulgação/Notisul

Tubarão

A famosa naninha, mais conhecida como paninhos, fraldinhas, ou travesseirinhos, exerce um papel importante na rotina dos pequenos. Conhecido pelos profissionais como objeto transicional, para criança simboliza a figura materna associando com colo e o aconchego. Atentos à importância desse objeto, um grupo de voluntárias lançou o projeto Naninhas do Bem. 

Para levar alegria e conforto às crianças internadas na pediatria do Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC), em Tubarão, o grupo visitou pacientes e entregou os travesseirinhos infantis com figuras lúdicas para comemorar o Natal. A primeira visita ao setor pediátrico do HNSC foi realizada em outubro, na semana do Dia das Crianças.

A campanha iniciou com a voluntária Estela Junqueira, que começou a fazer travesseiros em formato de bonecos para crianças com câncer. A ideia foi aderida por outras voluntárias que continuam a distribuição em diversos hospitais.

As naninhas são confeccionadas em dias da costura solidária ou até mesmo nas residências das voluntárias. Todas são produzidas de acordo com os padrões exigidos para a confecção (desenho, tecido e enchimento padronizados), para as crianças receberem o mesmo presente. Para a confecção das naninhas, o grupo recebe doações vindas de empresários, donas de casa e comunidade em geral.