#Pracegover Foto: na imagem há um hospital, plantas, gramado e galhos de árvores
#Pracegover Foto: na imagem há um hospital, plantas, gramado e galhos de árvores

O Diretor Técnico do Hospital São Camilo, Jaime Ribeiro Freitas, e enviou na tarde desta sexta-feira (19) à prefeitura de Imbituba, uma carta que pede o fechamento dos serviços não essenciais pelo período entre sete e 14 dias. O documento tem como base o alto número de atendimentos realizados pela instituição nos últimos tempos e o aumento, significativo, de óbitos pela Covid-19 em Imbituba. São 65 mortes registradas até o momento.

O profissional de medicina  fala que, há cerca de três semanas, os profissionais de saúde da instituição tem presenciado a superlotação dos leitos de UTI. Hoje, em Santa Catarina, aproximadamente, 400 pacientes aguardam em um fila de espera por uma vaga em Unidade de Terapia Intensiva. “Em nosso município, a ala de enfermaria (isolamento Covid) encontra-se com 100% de ocupação, assim como a UTI. Além disso, há grande dificuldade na obtenção de insumos, como, medicamentos para procedimentos de intubação e sedação”, relatou.

O médico ainda disse na carta que, com relação aos óbitos ocorridos em Imbituba, grande parte dos pacientes não teve a oportunidade de um leito de tratamento em UTI. “Diante de todo esse cenário devastador, e com o aumento constante no número de casos, óbitos e a escassez de recursos, a Direção Técnica do Hospital São Camilo vem alertar a gestão municipal e solicitar medidas resolutivas que promovam uma diminuição no número de casos de internações hospitalares”, disse o diretor.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul